Surf Clube de Sesimbralogotipo

Boa noite | 00:40 | Domingo, 17 de Fevereiro de 2019

Pesquisa Google

Apoios


Seventy One Percent

Kreedom and Crush Eyes

Eco Wolfe

Janga Wetsuits

Easy Car

Gury tattoo

Avoneto Produtos Horticolas

Café Central de Alfarim

Casa da Praça

Tasca do 13

Pastelaria e Padaria 'Tia Cininha'

SurfTotal.com

BeachCam

Swell Algarve

Câmara Municipal de Sesimbra

Juventude Sesimbra

Instituto Português do Desporto e Juventude

Federação Portuguesa de Surf

Bodyboarders Sesimbrenses em destaque na 1ª etapa do Circuito Nacional de Bodyboard Esperanças


A direcção do Surf Clube de Sesimbra vêm por este meio divulgar o press release da 1ª etapa do Campeonato Nacional de Bodyboard Esperanças 2003, realizada na Nazaré nos dias 15 e 16 de Março, e que contou com a presença de 6 atletas sesimbrenses. Aqui fica:

A 1ª etapa do Circuito Nacional de Bodyboard Esperanças Eastpak 2003, teve lugar na Nazaré, mais concretamente na praia da Vitoria.

No primeiro dia de prova contamos com um dia agradável, pouco vento e muito sol, as ondas rondavam um metro com boas condiçoes para a prática da modalidade.

A prova teve inicio com a realização dos 1/8 de final de sub-18, onde o Surf Clube de Sesimbra contava com a participação de 4 Atletas; na primeira bateria, José Neto, atleta de Sesimbra, ficou em 3º lugar não passando à fase seguinte; passaram sim Nuno Cardoso (em 1º) e João Candeias (em 2º), ambos da Assoc. de Surf da Costa de Caparica (ASCC), clube que co-organiza o Circuito Inter-Regional juntamente com o Surf Clube de Sesimbra; na segunda bateria entraram dois atletas do nosso Concelho: ambos surfaram bem, mas só Pedro Silva, de Sesimbra, passou para a fase seguinte, deixando Luis Costa, da Aldeia do Meco, em 3º, apesar da boa qualidadade do seu surf, que ainda deixou Francisco Henrique de Carcavelos em 4º lugar; o vencedor desta bateria foi Francisco Alegria da ASCC, que mostrou boa qualidade de manobras e mais experiência competitiva. Na 6ª bateria tivemos novamente um atleta de Sesimbra, Rui Cristo, que não se deu muito bem com a escolha de ondas, o que fez com que ficasse em 4º lugar, atrás de Carlos Castro (3º) da Póvoa do Varzim, e de Pedro Borges (2º) de Sintra e Gonçalo Climaco (1º) de Sagres, que passaram à fase seguinte.

De seguida entraram os sub-16 em acção; nesta categoria só tivemos um atleta do Concelho de Sesimbra, mais concretamente da Aldeia do Meco; o atleta era Gastão Entrudo, que entrou em prova na 5º bateria dos 1/8 de final, e deu-se muito bem, mostrando um bodyboard de manobras fortes e boa escolha de ondas, não dando hipotese aos outros atletas, passando em 1º lugar para a fase seguinte, deixando para trás Antonio Lacerda (4º) de Espinho, Mário Felismíno (3º) da Nazaré e André Florêncio (2º), também da Nazaré.

Nos sub-14 tivemos em acção na 2ª bateria o Vice-Campeão Nacional 2002 de Sub-12, Carlos Jorge, da Cotovia; este mostrou um bodyboard de grande qualidade, passando claramente em primeiro lugar deixando Federico Amaral em 2º, Cristiano Santos em 3º e Edgar Mota em 4º.

A última fase realizada durante o dia foram os ¼ de final de Sub-18; nesta fase Pedro Silva do SCS não resistiu, perdendo em 3º lugar, atrás de Hélder Mendes (1º) e João Candeias (2º), ambos da ASCC. O SCS ficava assim sem representantes na categoria Sub-18, considerada por muitos como a mais importante do Circuito Nacional de Bodyboard Esperanças.

Para o segundo dia, ficou reservado a realização das restantes baterias dos diversos escalões em competição. Sendo o último dia de prova, ficou reservada a verdadeira acção e emoção, crescendo de intensidade ao longo do dia.

Em sintonia com a organização parece ter estado o mar, que brindou os atletas com ondas a rondar meio a um metro, com uma brisa off-shore (vento de terra, o melhor para a prática do Surf e Bodybiard), que se fez sentir todo o dia.

No escalão sub-14, a primeira meia final, contou com a presença de um dos dois atletas do Surf Clube de Sesimbra ainda em prova, foi ele o "enfant terrible" do bodyboard sesimbrense, Carlos Jorge, que apesar de ter pela frente, atletas como Luís Coelho (Praia Grande) e Dino Carmo (que foi um dos destaques da prova), não se fez rogado, classificando-se em segundo lugar para a final da prova.

A seguir a este triunfo, as "hostes" de Sesimbra ficaram ligadas à bateria dos quartos de final da categoria Sub-6, onde estava presente outro jovem atleta do SCS, Gastão Entrudo, que tinha como companheiros de bateria, Claudio Matias e o fenómeno carcavelense João Barciela. Gastão entrou "possuido" varrendo por completo a bateria, realizando manobras fortes e perfeitas nas ondas que rolavam para a direita, e que iam chegando à praia. Mas o melhor estava para vir, isto porque, o jovem da Aldeia do Meco, apesar de apontado como o menos favorito para a bateria das meias finais, para a qual se tinha qualificado brilhantemente, calou as bocas mais críticas, realizando uma exibição em que tudo lhe correu bem, continuando a aposta nas direitas e nas manobras poderosas, sendo unícamente superado por Gonçalo Campos, de Carcavelos, que não perdoou ao realizar uma onda de 7.5 pontos (em 10 possiveis), que fez levantar a assistência, e que foi considerada uma das ondas mais bem surfadas do evento. Pelo caminho nesta bateria ficaram Leandro Ferreira (irmão do Vice-Campeão Mundial, Rui Ferreira) e Joel Galego. Gastão ganhou assim uma brilhante vaga na final, facto que já tinha ocorrido o ano passado na Praia Grande.

Apesar de já não haver em prova nenhum atleta Sesimbrense nos Sub-18, nesta categoria a acção era arrebatadora, e a surpresa foi a eliminação de Nicolas Rosner de Sintra, que sendo um natural candidato a vencer este circuito, teve de se contentar com um pouco confortável 5º lugar geral. Pela positiva estiveram Pedro "Pescas" Borges, o nazareno André Silva, e os atletas da ASCC, Helder Mendes e Nuno Cardoso, que mostraram o porquê de se falar tanto na nova geração da Margem Sul. Curiosamente, foram estes atletas que estiveram na final, sendo o Nuno Cardoso quem levou a taça do 1º lugar para casa.

Na final de sub-14, Carlos Jorge apesar de ter mostrado que é candidato ao título de Campeão Nacional de Bodyboard Sub-14, e de ter feito um bom "tubo", foi superado pela competitividade de Tiago Silva, da Póvoa do Varzim, que acabou por vencer, e pela boa forma do nazareno Dino Carmo, acabando no 3º lugar da geral.

Nos sub-16, Gastão Entrudo, terá acusado a pressão da presença na final, e não mostrou o bodyboard afinado que revelou em baterias anteriores, acabando em 4º lugar da geral.

O Surf Clube de Sesimbra gostaria de agradecer a todos os que têm apoiado os desportos de ondas no nosso Concelho, e que têm permitido aos atletas locais participar em provas ao mais alto nível.

Quem esteve na praia a assistir ao evento, pode constatar que seguramente o futuro do Bodyboard em Portugal está em boas mãos. Para a história ficam os resultados das finais:

Sub-18

1º- Nuno Cardoso (ASC Caparica)

2º- Helder Mendes (ASC Caparica)

3º- André Silva (CDA Nazaré)

4º- Pedro Borges (CRCQ Lombos)

Sub-16

1º- Claudio Matias (CDA Nazaré)

2º- William Lourenço (SC Salgueiros)

3º- Gonçalo Campos (CRCQ Lombos)

4º- Gastao Entrudo (SC Sesimbra)

Sub-14

1º- Tiago Silva (CS Póvoa do Varzim)

2º- Dino Carmo (CDA Nazaré)

3º- Carlos Jorge (SC Sesimbra)

4º- Vasco Raposo (ASBL Sintra)

Feminino

1º- Janaina Sousa (CM Sagres)

2º- Rita Amaral (ASBL Sintra)

3º- Neuza Muchaco (CM Sagres)

4º- Joana Shencker (CM Sagres)

Press Release por Surf Clube de Sesimbra

© Surf Clube de Sesimbra